PT- Um partido que torce contra o Brasil

Acompanho a política desde o dia 25 de Agosto de 1954- data do suicídio de Getulio Vargas.Confesso a vcs que  desde aquela data até os dias de hoje   não vi, em momento algum, um partido tão abjeto quanto o PT. O maior manipulador  de nossa história republicana.Como mentem essas pessoas pertencentes a essa sigla.Distorcem os fatos e a  história com uma desfaçatez   inimagináveis. Essa trupe,liderada pelo presidiário de Curitiba,   é useira e vezeira em  tentar de todas as maneiras   impedir o progresso e o desenvolvimento , sabedora de que isso representa o fracasso de suas intenções  de subjugar o povo e o proprio País   ao seu projeto nefasto de totalitarismo esquerdista.Não sem razão, o Partido dos Trabalhadores sempre se posicionou contra qualquer tipo de avanço  da sociedade brasileira.Foram absolutamente  cínicos quando declararam  que lutaram contra o regime militar em favor da democracia.Mentira deslavada!Seu objetivo era outro; a ditadura do proletariado.Mas, desavergonhadamente insistem  nessa mentira.Não assinaram a Constituição de 88,acusaram o Plano Real de Itamar Franco de eleitoreiro e torceram pelo seu fracasso.Se recusaram a aprovar a Lei de Responsabilidade Fiscal, que sabiam ser um entrave a seus planos de poder.Estiveram por quinze anos no Poder.E o que fizeram?Assaltaram o Erário e aparelharam o Estado Transformaram o Bolsa Familia  num asqueroso balcão de votos..Votam contra tudo aquilo que representa avanços para o País.Sabem que um País em ascenção é tudo o que não querem porque torna mais dificil quebrar o animo da sociedade.Batem no peito como defensores do Campo Democratico , que julgam ser sua propriedade com uma canalhice que faria enrubescer  a madre superiora de um convento carmelita. Usam do beneplácito da democracia ,para, sorrateiramente ,cooptando uma classe artística   através de benesses  pecuniárias, de uma intelectualidade  de baixíssima qualidade e de uma mídia  medíocre e submissa,  levar os valores democraticos à lona.Some-se a isso a espantosa degradação do meio universitário, refém de um pensamento único, próprio de regimes totalitários  onde não é possivel qualquer troca de idéias  pois essa turma não tem o que oferecer, a não ser   peitos de fora e palavras de ordem rançosas e imbecis.Felizmente novos ventos  soprarão  nesse novo Brasil que começa a surgir , livre  das mazelas desse esquerdismo  retrógrado,  impatriótico que tentou se servir desse País e desse povo de forma infame e vil  sem nunca levar em conta a felicidade e o  interesse  da Nação .´Sem dúvida teremos tempos dificeis.Bem faz o novo  Presidente em  buscar o contato  direto com os cidadão através das redes sociais.Essa mídia vendida  que aí está  só se presta,como temos visto, a  tentar descaradamente vislumbrar em cada fala ou gesto  do    Bolsonaro, aspectos negativos e se não os veem tratam de construí-los ardilosamente.Cabe ao Presidente ignorá-los e deixá-los a  mingua. O tempo e o descrédito se encarregarão de enterrá-los e conduzí-los ao lixo da História

Lula Livre ?Uma manobra em curso

Há algo de podre  circulando nos ares de Brasília.E já começam  de forma calculada  a aparecer nos principais veiculos de comunicação, como um balão de ensaio  , noticias nada animadoras ,vindas da ala vira-lata   de togados  supremos  sobre a prisão  do  ex presidente Lula, sabidamente condenado por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.Parece que alguns estão se sentindo incomodados  com  a deterioração das condições físicas do presidiário de Curitiba; envelheceu muito rápido segundo eles.Tudo indica que,não contentes com sua volúpia em legislar, numa flagrante usurpação de poder do Congresso Nacional,algumas excelencias  queiram agora enriquecer o Código Penal,com uma jabuticaba pra lá de indecente.Além do já discutível regime de progressão de pena   essas figuras  planejam uma nova pérola jurídica  ,  ou seja: a consideração de um novo fator atenuante de  cumprimento de pena.; nada mais nada menos que  uma taxa de  decadência física do condenado.Trocando em miúdos:dependendo do  status do condenado ,do sobrenome e de sua biografia pode-se , em função da taxa de variação  de sua aparencia e  de sua condição física reduzir sua pena ou mesmo colocá-lo em liberdade. É esse o aceno   que fazem à sociedade neste momento.O que é espantoso,mas não surpreendente, é  essa ótica vesga e deturpada  de alguns juízes.Estão mais preocupados  com o bem estar do criminoso    do que com a natureza e gravidade de seus crimes.Esse tipo de comportamento tem raízes  dentro dos meandros do Direito Romano – pai do direto brasileiro-onde “o quem” é mais importante que “o que”. Essa mazela nos tem acompanhado desde as Capitanias Hereditárias.Os poderosos sempre podem mais!Diferentemente do Direito Romano, o Direito Saxônico  parece   ser mais rigoroso,sem  ser injusto,na aplicação de seus Códigos  Penais.Temos  um exemplo recente dessa constatação em nossa história  .O senhor José Maria Marin ex presidente da CBF , condenado a quatro anos de prisão nos Estados Unidos por corrupção, embora já passado dos oitenta anos (na realidade tem 86 anos),  cumpre pena em presidio de Nova York,numa cela comum,sem qualquer tipo de regalia ou privilégio.Pelo contrario,segue uma rotina rígida de  conduta ,com obrigações inclusive de limpar a cela.Agora,um individuo que  dispõe de um verdadeiro apart-hotel  onde só nos últimos tempos recebeu 572 visitantes não pode e não deve ser visto como  alguém que esteja sendo   uma pobre vítima   de uma  situação  por ele mesmo criada,diga-se de passagem.Não cabe a esses juízes  ,enquanto detentores da toga,introduzirem variáveis  esdrúxulas  nos critérios de cumprimento de penas .É um precedente  fortuito e perigoso.

 

O dia seguinte

Decorridas menos de 24 horas  de sua estrondosa  vitória nas urnas , o presidente eleito se dispôs ao longo do dia  a enfrentar  uma jornada desgastante,dado o seu estado  de saúde, de falar, separadamente,a cada uma das principais redes   de televisão.Me agradou muito seu tom comedido,descontraído mas  , sem perder a firmeza que ao longo da campanha   aprendemos a  conhecer.Mas, para mim uma pequena frase resume tudo o que se espera  de Jair Bolsonaro:” a verdade vos libertará”.Embora ele a tenha mencionado de uma passagem da Biblia, vou me permitir fazer uma abstração do aspecto religioso da mensagem  e trazê-la para o mundo laico  de nosso cotidiano.Pudemos ver nas redes sociais  durante a campanha, como a verdade , ou melhor, a falta dela,  vicejou de forma  assustadora e irresponsável.É preciso que nossos filtros morais e éticos ,que,felizmente trazemos de nossa educação desde lá do berço, prevaleçam sejam quais forem as circunstancias.Não é admissivel  que as pessoas  prefiram disseminar o factóide ou a mentira,mesmo sabendo que  são inverdades absolutas.Quando assim o fazem   dizem muito   de que tipo de ética,de moral e de caráter são  portadoras.A mentira é o refugio dos fracos.O presidente eleito ao  estabelecer a verdade como seu  maior patrimonio de conduta , manda um recado para a sociedade de extrema importancia:podem confiar e acreditar  nos nossos propósitos  de bem servir aos brasileiros.E ele,em suas entrevistas reiterou,diversas vezes e em todas elas  seu respeito à Constituição,à Democracia , aos poderes  Legislativo e Judiciário.Afirmou  também , nas varias entrevistas   seu   firme intento de   tomar medidas que    garantam  uma melhoria  substancial da Segurança  tanto nas cidades quanto no campo.Acho que Jair Bolsonaro merece um crédito de confiança .De todos os caminhos  que a vida nos oferece, sempre há um que importa mais.É o caminho da verdade, da temperança e da esperança.Enfim o caminho do verdadeiro ser humano.

Uma frigideira fora de lugar

Recebi hoje através de rede social  video  de  solenidade de formatura de uma turma de Letras em uma Universidade brasileira.Ele mostra o discurso da paraninfa dirigido às formandas.Assisti ao video mais de uma vez para tentar captar o máximo possivel do ambiente  em torno da discursanda.Trata-se de uma senhora, logicamente  professora desta turma, que faz um discurso honesto, que a leva , pelas lembranças  de sua trajetória,a se emocionar e a até interromper por segundos  sua fala.Vê-se tratar-se de uma pessoa sensivel ,emotiva e querida por suas apadrinhadas e certamente merecedora das homenagens que a ela seus alunos prestaram.Mas ,me chamou a atenção o que  me parece ser  o nucleo central de seu discurso.Ela diz:” se você   encontrar uma frigideira  no seu banheiro ,em cima do vaso sanitário,ela seguramente estará fora de lugar.Um religioso no Congresso,um militar na política ou um político trasvestido de herói,são coisas fora do lugar”.E aí ela continua seu discurso falando do valor dos livros ,da liberdade de pensamento e por aí vai.Foi um bom discurso se considerarmos seus aspectos periféricos  que escapam do nucleo central do discurso.

E, aqui,me distancio  de sua solenidade para me fixar  nas ‘coisas fora de lugar’.Quero deixar bem claro que não vai aqui nenhuma crítica à autora do discurso.Não a conheço e não  pretendo aqui,neste espaço  fazer qualquer  observação sobre seus posicionamentos ou opiniões pessoais.O que não significa que concorde com ela.Mas fica claro  que ela expressa uma tremenda marginalização  e discriminação de parte ponderável da sociedade brasileira.Não é aceitável que  se outorgue a alguns cidadãos certos direitos  e  suprima esses mesmos direitos aos demais.Por isso o tema  é um convite à reflexão.Uma pergunta me aguça o pensamento:será mesmo que  religiosos no Congresso,militares na política ou políticos heróis ou messiânicos são coisas fora do lugar?Caio Julio Cesar era militar e político  tendo construído lá na Antiguidade o maior e mais vasto imperio  daquela época.Napoleão Bonaparte era militar e político, tendo com sua habilidade transformado a geo-política de Europa de fins do seculo 18 e inicio do  seculo 19.Ele foi o responsável direto pela vinda da Familia Real Portuguesa para o Brasil em 1808.Otto von Bismarck ,político e militar  foi o grande arquiteto da diplomacia alemã do seculo 19.Padre José de Paris,eminencia parda de Jean Marie du Plessis du Richelieu- Cardeal Richelieu – era da ordem dos Capuchinhos.Brilhante estrategista político, foi o responsável  por travar todas as potencias europeias de então  até que a França  se tornasse ,ela mesma ,uma potencia.Agora,em tempos mais recente,temos a figura emblemática de Martin Luther King,pastor da Igreja Batista e ativista político admirado por todos nós.Se olharmos a História dos Estados Unidos veremos que vários de seus maiores presidentes foram militares:George Washington  e Eisenhower eram generais,Lincoln era capitão,Theodore Roosevelt era coronel,Kennedy era tenente e muitos outros.E o que dizer do  General  Charles deGaulle,no século passado?Comandante das forças francesas fora do território da França enquanto ocupada pelos alemães,tornou-se o fundador e lider da  Quinta República Francesa  do pós guerra e cuja Constituição vigora até hoje.São inúmeros os exemplos de religiosos,militares e políticos   com presença relevante na História da Humanidade.

Creio que pelo fato de serem religiosos, ou militares, ou políticos  pseudo heróis, não se  pode negar a eles as prerrogativas , direitos  e deveres de serem cidadãos   como qualquer outro  cidadão brasileiro.Não é a batina ou a farda ou o terno  que faz dessas pessoas seres inadequados ao exercício da política.Pastores,padres e ministros  da fé são em geral pessoas  aptas e conscientes  de suas qualidades.Os militares  também são,ao longo de suas carreiras , ao longo de suas evoluções hierárquicas,treinados e instruídos  adequadamente inclusive  no estudo dos Objetivos Nacionais Permanentes e, na maioria se tornam políticos somente quando passam à Reserva.É uma visão míope , pobre e destituída de  senso lógico, tentar    desqualificar  religiosos ,militares e politicos , não importam quais sejam   suas posições no espectro politico.Não são cidadãos de segunda classe!São  cidadãos.Ponto final.

A Democracia da Esquerda

Vou contar aqui uma pequena historia ocorrida comigo nestes últimos dias no Facebook.Tudo começou quando uma velha amiga postou  e caiu no meu feed de noticias aquela propaganda do Haddad ,não mais com a cor vermelha de sempre mas,velhacamente com as cores  verde,azul e amarelo tão caracterizadas na campanha do Bolsonaro.Tão logo vi ,estranhei e disse   à autora do feed:”Ué  que negocio é esse?Vcs agora adotaram as cores da campanha do adversário?E ela candidamente respondeu que a bandeira do Brasil também  era deles.Eu retruquei: mas vcs nunca a usaram!Em suas manifestações sempre tremulavam as vermelhas!.A partir daí entra  na conversa uma nova  personagem .Pelo retratinho via-se uma mulher ,de cabelos claros,de óculos e escrito Haddad 13. Supus então que era petista.Segue o que ela escreveu:”Nossa fulana(estou omitindo o nome)que coisa chata.Agora tem 45 milhões de loucos(votos do Bolsonaro no primeiro turno) soltos por ai.Tenho medo do que possa acontecer,Imagine,racistas, homofóbicos,violentos soltos aí pelas ruas.Tenho muito medo.” Não resisti e entrei na conversa como se segue:”Me desculpe minha senhora;posso  lhe dirigir umas palavras?Em primeiro lugar a senhora não precisa ter medo.Pessoas comuns como eu e vc não seremos perseguidos por ninguém ,então  a senhora nada tem a temer. Agora,aqueles lá do topo que roubaram este País certamente devem ficar preocupados.Se, mesmo assim  a senhora se sentir insegura, seu partido tem apoiado alguns países e com certeza lá a senhora poderá ser recebida.Cuba,Venezuela,Guiné Equatorial e Bolivia são alguns deles.Em tempo:Cuba,Venezuela e Guiné Equatorial são ditaduras.A Bolivia está proxima de se tornar uma.Um abraço.”  A resposta dela veio imediata:”Eu não  sou petista, eu não tenho partido politico (deduzí então que ela é daquele outro partido,puxadinho do PT;só que ela não sabe.).Continuou ela:” não tenho medo do Bolsonaro,ele é só um pau mandado.Eu tenho medo do ser humano ,dos racistas,homofóbicos,etc.”.Respondi:Peço-lhe que entre no Google e digite “Bolsonaro e o aparte ao Clodovil”.Talvez vc se surpreenda.Mas,se mesmo assim vc mantiver seus pontos de vista,tudo bem.Então seu problema não está no Bolsonaro ou seus adeptos.Está em seu coração”.A resposta dela foi interessante:”Não estou acostumada a discutir e confrontar pessoas idosas.Fui criada sempre respeitando os mais velhos.Verei o tal video com prazer,Me desculpe se o confrontei e faltei ao respeito.”Minha resposta final:Não há o que desculpar e nem houve falta de respeito nem sua nem minha.Temos ideias divergentes e tratamos  do assunto com respeito mutuo.Gostei de falar com vc.Divergimos,mas com elegancia .Deveria ser sempre assim”.Sua resposta foi apenas um coração ,simbolo do facebook..

Agora percebo que ela foi retirada do face e nossos diálogos totalmente apagados.Não há nenhum vestigio da presença dela.Tivesse o Brasil uma Siberia ,nessa altura,tenho certeza ela estaria confinada a um gulag qualquer.Tudo indica que não foi ela  a tomar essa decisão  de se retirar do face.Alguma liderança  ,provavelmente uma pessoa com diploma,se incumbiu de podar qualquer possibilidade de livre pensamento  , de iniciativa e de livre arbitrio desta senhora.Uma pena.Mas é assim que funciona a democracia dessa gente.Essa turma cria uma marmita que deve ser rígidamente seguida  sem qualquer tipo de questionamento.Não é dada ao cidadão  a possibilidade de  pensar e agir.E, se dizem democratas.E ,pior,tem gente que acha que faz parte da cadeia de comando.Um dia vai se dar conta que é, e sempre foi, apenas  massa de manobra.

O Erro do Amoedo

Sempre acompanhei a política desde minha juventude.E sempre vejo,principalmente em época de eleições esses movimentos partidários  de aglutinação de forças e coligações em busca de sintonia de objetivos ou simplesmente de conveniencia  circunstancial.Esses movimentos são legítimos desde que sejam  transparentes  e  realizados  em busca de interesses   caros à sociedade.Não pode e não deve se transformar no famigerado toma ´lá da cá tão praticado em tempos recentes.A se confirmar a decisão do Partido Novo de negar apoio a Bolsonaro,embora também refutando qualquer possibilidade de voto no PT , a mim,me parece  um grave erro de estratégia do Partido.Acho que o Novo tem aspirações futuras de maior participação na vida politica brasileira.A candidatura do Amoedo  explica isso por si só. Ninguem aqui questiona os valores e principios,aliás bastante louváveis, que seu partido    estabeleceu como norma de conduta.Mas é um  terrivel engano ,e me arrisco a ir mais longe ao dizer que é uma imensa ingenuidade pensar que  se pode governar um País das dimensões geográficas e demográficas  como o Brasil, com serios problemas   estruturais e conjunturais sem convergencia de ideias  e de acordos.Não se pede aqui que o Novo abdique de seu valores e de seus programas em favor de um apoio ao Jair Bolsonaro.Na arte da política o que se pede a seus integrantes é que busquem de forma harmônica e pragmatica  pontos de afinidade e de  consenso que lhes permitam,ao se coligarem ou mesmo simplesmente se apoiarem ,avançar  visando o bem comum da sociedade.Não cometam o mesmo erro histórico do PSDB.O muro, no momento atual do Brasil,não é o melhor lugar para apostar suas fichas.O Partido Novo deve ter em mente,conhecidas suas futuras ambições políticas, que a reconhecida honestidade de Jair Bolsonaro  é um motivo muito forte que deva ser considerado agora e no futuro.

Quando Minas Fala

Passado o momento da eleição,me vem à mente a figura de Tancredo Neves na sacada do Palacio da Liberdade lá nos anos oitenta, se dirigindo ao povo mineiro e também ao povo brasileiro com voz firme e decidida e ecoando aos quatro ventos:”o primeiro compromisso de Minas é com a Liberdade”.Está lá na nossa bandeira inscrito em palavras quase mágicas:Libertas quae sera tamen”- Liberdade ainda que tardia.E ,ontem ela veio,de forma silenciosa , faceira e definitiva nos libertar do peso de suportar uma senhora que,embora aqui tenha nascido,não carrega dentro de si qualquer vestígio da mineiridade,da urbanidade e da simplicidade que nos caracterizam e que nos enchem  de orgulho.Ela jamais internalizou em seu coração aquela humildade generosa de quem sempre aprendeu e praticou  a virtude do diálogo,da ponderação e do equilibrio, mas,sem nunca  abdicar de seus valores,suas crenças e suas vontades.A Liberdade, para nós mineiros é um valor pétreo,cristalizado em nossos corações, presente em nossas vidas desde sempre .A Liberdade para nós não é um valor negociável.Perde-se uma vida na forca em seu nome ,mas jamais,em tempo algum,em nome do que quer que seja,os mineiros negligenciarão   seu espírito libertário.Minas não é terra de aventuras  ou de aventureiros que como raposas  aqui desembarcam sorrateiramente e julgam que podem nos  iludir.Não minha senhora,aqui não.Muito menos quando um presidiário se julga  no direito de,lá de longe, ditar aos mineiros  que aceitem mansamente seus devaneios  loucos e arrogantes.Peço licença aos compatriotas gauchos para citar aqui  a célebre frase de Sepé Tiaraju,figura das mais caras em suas tradições e história:Coi ivi oguereco iara- esta terra tem dono. E essa terra mineira de  montanhas majestosas,de vales abissais , de planicies perenes, de coração de ferro incrustado de ouro,de águas milagrosas e de povo orgulhoso de suas origens, será sempre a terra da hospitalidade,do bem querer ,dos sonhos e das esperanças, mas sobretudo ,uma terra onde  a liberdade será sempre seu bem maior.