A traição de Bolsonaro

O Presidente Bolsonaro, ao indicar o substituto de Celso de Melo , dá um tremendo tapa na cara de todos aqueles brasileiros, que até então, nutriam , muito mais que uma expectativa, a esperança de que começavam ali as mudanças tão almejadas por todos aqueles,inclusive eu, naquela corte de nefastos cidadãos.Entretanto estamos percebendo que sua excelencia ,amarela, se acovarda e, mais que isso trai seus eleitores, enfia o rabo entre as pernas e vai pedir as bençãos de figuras como Gilmar e Alcolumbre.A aposentadoria do Celso de Melo de há muito já era sabida por todos. Bolsonaro teve todo o tempo para refletir na escolha do substituto.Mas parece que tudo foi decidido de última hora.Tantas eram as possibilidades que não se compreende como o presidente ignora a tremenda chance , que aliás,não acontece todo dia, e vai buscar num ilustre desconhecido, de atitudes já conhecidas e inteiramente contrárias ao pensamento da maioria de conservadores deste País.Um desembargador nomeado pela Dilma,favorável às lagostas supremas, recebido festivamente pela vermelha OAB,celebrado entusiásticamente por membros daquela patética corte,com comentários dúbios sobre a prisão em segunda instancia e que poderá depois de empossado ter um comportamento alinhado aos abutres que lá estão.Quem garante o contrário?E lá permanecerá por 27 anos !O Presidente comete um terrivel equivoco,(ou seria ingenuidade?) ao pensar que indicando um candidato de agrado daquela Corte estaria atendendo aos anseios dos brasileiros.Quiz acender uma vela a Deus e outra ao diabo.Só atendeu ao segundo.Todos os sinais,todas as reações, são no sentido de indicar que o nome proposto só,e somente só, agrada aos assaltantes da nação.Isso é péssimo e muito sintomático.O que Bolsonaro pretende ao agir dessa forma?Ao se concretizar tal intento o mal estará irremediavelmente feito, sem nenhuma possibilidade de retorno. O Presidente está,inexplicavelmente , de forma covarde e rasteira, agindo para fortalecer o inimigo. Sabe-se lá o que está por detrás dessa ignominia.Estamos profundamente decepcionados e frustrados .O Presidente começa a cair no descrédito e a se igualar ao que há de pior do outro lado.Isso terá um preço enorme no futuro.

Fazenda Santa Cruz

A Fazenda Santa Cruz(cuja foto ilustra esse blog), situada no extremo sul do municipio de Perdizes em Minas Gerais, era parte integrante da Fazenda Perdizes de propriedade de Otaviano Martins Borges meu bisavô materno.A Fazenda Perdizes possuía uma area de cerca de 2000 alqueires mineiros ou algo em torno de 98.000.000 de metros quadrados,equivalentes a 15500 campos de futebol. Com sua morte foi desmembrada em 04 propriedades rurais onde coube a meu avô Hilderico uma área de 360 alqueires constituindo a Fazenda Santa Cruz. Aos demais herdeiros coube o restante.E foi ali naquela abençoada terra que, por longos períodos,curtí a minha infancia.E, hoje, apesar desse tempo estar já tão distante, ainda me sobressalto com imagens,histórias e fatos que me invadem a alma, algumas poucas vezes me torturam e, na maioria das vezes embalam meu coração em lembranças , ternamente doces e nostálgicas.A figura esguia e frágil de meu avô à janela da sala de jantar; minha amada d. Odilia , nas suas andanças rápidas pela cozinha a preparar as massas de biscoitos , broas e pães de queijo, onde, curiosamente , em cada massa fazia uma cruz com os dedos da mão esquerda numa especie de ritual,sem o qual nada daria certo; meus dois tios indo e vindo na sua luta diaria de fazer as coisas acontecerem.O quarto de despejo onde se penduravam os cachos de banana e se guardavam os cereais.A queijeira , cenário de labutas de minhá avó com suas mãos já calejadas pelo reumatismo, na feitura dos queijos , fonte de renda necessaria e indispensável na sustentação das despesas.O paiol,a varanda do carro de boi,a casa da bica, o monjolo que de tempos em tempos ressoava no pilão seu som surdo,compassado e continuo;a horta de couve, o carneiro hidráulico na sua batida seca ao bombear água para o reservatório.E a casa!Ah a casa!Construída por volta de 1915,esse casarão de 06 quartos de pé direito alto , de portas vigorosas exalava em todos os seus ambientes uma aura de extrema serenidade refletindo todo o sentido de familia ali presente.Seu enorme salão abrigava a mesa de jantar , o telefone que ligava as fazendas, o radio a pilha e acima dele o majestoso relógio , em madeira negra, com um cavalo esculpido em seu topo e cujas batidas ecoavam como música por toda a casa. Tudo isso é fruto da minha vivencia dos tempos de menino.Mas há algum tempo ao ver uma foto desta casa o coração bateu forte.Machucada pelo tempo, seu jardim abandonado,suas cercas caindo nos davam a sensação de uma historia em plena caminhada para o esquecimento.Mas, recentemente minha tia teve a idéia iluminada de fazer sua restauração, e assim restabelecer a sua dimensão histórica para todos aqueles ,que,de uma forma ou de outra, desde os mais antigos até os mais recentes, vivenciaram ali parte de suas vidas e de suas trajetórias.E assim foi feito.Os móveis de quarto de meus avós retornaram ao lugar de origem , outros móveis foram instalados , nova pintura e novos ambientes foram alí criados com todo o cuidado e zêlo para que se preservasse todo o espírito original.Do lado de fora, junto com o pé de manacá remanescente daqueles velhos tempos ,grama,folhagens e flores multicoloridas alegram e dão vida aos jardins agora caprichosamente protegidos por cercas imaculadamente brancas. .Mas, lá dentro, tenho certeza, os espiritos dos meus avós e tios reencontraram aquele ambiente familiar dos tempos idos , que para todo o sempre aquecerão nossos corações.

Cai o Pano

Assistí com um misto de curiosidade e expectativa o video da tão badalada reunião ministerial ocorrida em 22 de abril.A grande imprensa corrompida prestou um grande favor ao País ao fomentar  , de forma veemente,  pressuposições e presunções  , que eram mais desejos e aspirações , de um provável  derretimento do governo Bolsonaro.O açodamento do ministro Celso de Melo,aquele chamado por Saulo Ramos de juiz de merda e também de ser tendencioso a proteger os poderosos(Código da Vida.pág. 92,Saulo Ramos),ao apressar o andamento deste processo , na certeza de ser esse o processo que , a seu ver, fecharia com chave de ouro sua trajetória  profissional,simplesmente caiu do cavalo.  Foi implodido  e, teve o seu epílogo  totalmente adverso daquele esperado pelo   já agora quase ex-ministro.Não nos esqueçamos que sua excelencia, para gáudio de todos nós, se retira daquela Côrte  no final desse ano.Finalmente estaremos livres daquele votos rebuscados, tediosos . confusos  e enfadonhos, onde sua excelencia parecia se deliciar com todo aquele linguajar antiquado e para mim desnecessário e ridículo. Some-se a essa implosão a frustração que o video da reunião disseminou nas hostes oposicionistas, tão carente de boas noticias, que esperavam ,com  todo o seu negativismo, por um desastre do atual  morador do Palacio da Alvorada.Se ferraram!Vemos hoje, passadas menos de 24 horas da divulgação, é o total desespero e decepção daqueles que até hoje não  assimilaram o resultados das eleições de 2018.Pior para eles.!..O video da reunião , não mostra, a meu ver,qualquer tentativa de interferência explícita do Presidente na Polícia Federal.Fica claro a cobrança direta do Presidente  a seu Ministro da Justiça por sua flagrante omissão na defesa de cidadãos sendo algemados  por  prefeitos extraplolando suas atribuições e violando, de forma   intempestiva, nossa Constituição.Fatos esses , consequência direta do avanço do STF  em suas investidas irresponsáveis e descabidas em matérias de natureza exclusiva do Poder Executivo.A carta do gen. Heleno oportuna e necessária,  deve servir de alerta ao STF     ressaltando que tudo tem um limite.As ingerências do Supremo em assuntos fora de sua competência tem de cessar,sob pena de levar – in extremis- a uma situação de enfrentamento indesejável e perigosa. .Ao ,injustificadamente, liberar todo o video,quando deveria se ater à liberação somente daquilo pertinente ao inquérito a ex futura excelencia ultrapassou as fronteiras da investigação para cair na vala comum da politicagem baixa e abusiva.Mas felizmente tudo leva a crer que o ministro Celso de Melo não terá aquela saída triunfal  com a qual tanto sonhou.Parece que o ministro pretendia calçar as pantufas , vestir o pijama e penetrar na obscuridade comemorando a derrubada de um presidente. Não vai rolar!Pelo contrário,deverá sair pela porta dos fundos da História, lamentávelmente não sob vara , mas certamente sob vaia ,caminho normal a ser trilhado pelos mediocres e derrotados.Mas, o que mais me surpreende é constatar a  incompetência e falta de senso crítico do  futuro ex-excelencia em  perceber que, ao assistir o video   e liberar o seu sigilo, estaria demolindo  toda a narrativa do ministro traíra, e também jogando  por terra  todo o seu furor punitivo. Isso sem contar que  mandaria pro vinagre toda  a expectativa das esquerdas que acreditavam piamente  ter encontrado a bala de prata que detonaria Bolsonaro e seu governo.Mas, embora poucos tenham percebido, Bolsonaro em sua fala dissera que aquela gente não conhecia absolutamente nada   a respeito do povo.O ministro supremo, em sua  infantil inocencia   julgou ,erradamente ,que os palavrões   proferidos  por Bolsonaro seriam suficientes para derrubá-lo.Fosse o sr futuro ex ministro    dotado de melhor capacidade analítica,coisa que agora sabemos, não o é,saberia que tais impropérios bolsonaristas soaram como música para este povo , que os entendem  e os julgam mais decentes e honestos que  o ambiente corrompido, asqueroso e patético  daquela côrte  que beira a canalhice.Cabe agora ao PGR ,  decidir os rumos desse inquérito fajuto.Pode simplesmente arquivá-lo  por absoluta inépcia da denuncia ou  pode  dar andamento às investigações sob o risco de acirrar os  ânimos  do ambiente politico e institucional.Aguardemos.Pra encerrar e atendendo aos mais altos preceitos recomendados pela liturgia daquela Côrte peço venia, a máxima venia, pra dizer àqueles magistrados:vão pros quintos dos infernos.!!E ,com toda a certeza,sem lagosta e vinhos premiados.