CNN – A Grande decepção

Acompanhei,desde os primeiros  momentos a trajetória de  construção  dessa que veio a ser a CNN Brasil.Via com indisfarçável curiosidade  os convites e contratações de seu corpo de repórteres,redatores , apresentadores,comentaristas diretores de conteúdo,etc,etc..Alguns me encheram de esperança,como a confirmação do William Waack,Evaristo  e Caio Coppola.Já outros e outras  recebi com reservas e preocupação.Não por serem de esquerda.Faz parte do jogo político o embate no campo das idéias.Me preocupava o fato dessa turma , completamente vazia de idéias e de conteúdo, usar do espaço que se lhes estava sendo oferecido, para ,de maneira desonesta, extrair da noticia a ser veiculada o seu conteúdo verdadeiro e  colocar em seu lugar sua interpretação do fato, sempre de forma  distorcida, com o único objetivo de contestar o governo.Basta, ao expectador mais atento, observar que, em todas as noticias, especialmente as positivas, o trecho final começa sempre com um…..mas…..Quem quiser comprovar, que assista às perguntas ou comentarios de noticias da Daniela Lima.Para quem não se lembra, ela é aquela que, no Roda Viva com Bolsonaro, contestou  a urna com voto impresso com o idiota argumento de que as pessoas iriam ler o voto.Vê-se que é uma jornalista (?) de poucos brilhos intelectuais..Enfim, julguei que essa mescla de  profissionais poderia, de alguma forma  enriquecer o debate politico e economico atualmente tão carente de brilhantismo e jornalismo responsávelComentei em meu circulo de convivencia que a chegada da CNN poderia marcar uma nova  era para o jornalismo brasileiro.Seria simples e fácil, para ela, em curto espaço de tempo, tornar-se a emissora de maior audiencia em todo o País.E isso levaria o desespero às demais empresas de comunicação.E nós conservadores jamais gostaríamos de ver a CNN com viés chapa branca.Mas também não gostaríamos de vê-la  ,como opositora irracional  e inconsequente como temos visto por aí.Minha esperança, e  daí a minha decepção,era que  a CNN primasse pela transparencia, pelo compromisso com a verdade,qualquer que fosse a côr dessa verdade.Que simplesmente fosse porta voz da notícia, se abstraindo de interpretações  , geralmente distorcidas e irresponsáveis.Mas não é isso que estamos vendo.A emissora, lamentavelmente fez uma opção  equivocada.Preferiu  se igualar ao que de mais sujo e sórdido se tem visto no jornalismo brasileiro.Perdeu a excepcional oportunidade de  mostrar aos brasileiros que a credibilidade  e transparencia  são ativos de altissimo valor  para quem teria o dever de  endossá-los como principios  inarredáveis   em sua missão de bem informar.Uma pena!!

No pasarán!!!

Estamos assistindo hoje no Brasil  acontecimentos  e movimentos    que ultrapassam  qualquer  fronteira de decencia e ética politicas.As insinuações ,ilações  e atitudes ,tanto da mídia ,quanto da esfera política , no sentido de levar à lona um governo democraticamente eleito por 57 milhões de brasileiros  beiram a insanidade  e a insensatez.Buscam, desesperadamente, de todas as formas, razões que os encorajem a levar avante idéias não republicanas.Pensam essas  pessoas que , tem na mão a oportunidade de ouro de    retroceder o País  a seus tempos de assaltos, maracutaias e conchavos , de que tanto se lamentam ter perdido.Estão fazendo a mais nefasta e canalha opção  de jogar o Brasil no caos econômico e social, para , a partir daí, sob a falsa acusação de falta de governabilidade. depor o Presidente.Com a cumplicidade de uma mídia que de há muito,perdeu   o senso e o significado  do que seja jornalismo, essa  podre classe política , e esse  desmoralizado Supremo Federal, vão insistir em  todas as mazelas possíveis e imagináveis para  retirar do Presidente Bolsonaro, seu legítimo direito de governar.Presidente este, que, mantendo sua coerencia, desde o inicio dessa crise, vem alertando a Nação   da necessidade de manter  as atividades , sob pena do colapso total    do país, com consequencias dramáticas para o futuro.Então, essa turma de governadores da esquerda,juntamente  com dois mentecaptos no Rio de Janeiro e São Paulo,promovem toda sorte de decisões, com o intuito ,tão somente  de solapar  as providencias do governo federal.O argumento de  , segundo eles, ser necessario a preservação dos cidadãos, não resiste à lógica e nem ao bom senso.Vamos preservar o cidadão para, vencida a pandemia, devolver-lhes as ruas  com seu comércio devastado, suas fabricas falidas e fechadas, seus empregos extintos ,não restando nem  um barzinho siquer onde possam  aliviar os seus desesperos e infortunios.?E aqueles que patrocinaram  a tragédia  rápida e covardemente, se apressarão em apontar o dedo  na direção do Presidente, acusando-o da ruína irreparávelmente instalada.Felizmente, vozes importantes ao redor do mundo  , já perceberam  que esse caminho precisa ser revisto, e com urgencia. A histeria , associada a decisões  afoitas e impensadas  , pode, num primeiro momento, passar  a sensação de  segurança ao cidadão, mas o que virá depois será fatal ao destino do povo brasileiro.Mas essa corja não está preocupada com os destinos do povo,Aliás nunca estiveram.Suas mãos grandes e seus bolsos ávidos estão  esperançosos de   logo poderem  retomar sua façanha de   despudoradamente assaltar   os cofres do erário e vilipendiar, como sempre fizeram, a alma da Nação.Mas, parafraseando a própria icone esquerdista espanhola Dolores Ibarruri, La Pasionária : No passarán!- Não prevalecerão!O povo brasileiro não mais aceitará e permitirá   esse desatino