Analisando a equipe do Cruzeiro

Venho observando com muita atenção toda a trajetória do Cruzeiro  nesses 5 meses de 2017.Confesso,como tenho reiterado em diversas oportunidades,minha real preocupação com o desempenho da equipe.Alguns me acusarão de estar sendo demasiadamente pessimista ou, na melhor das hipóteses precipitado em minhas conclusões.Reconheço que o trabalho que o Mano Meneses vem executando tem seus méritos.Não há dúvidas de que  o Cruzeiro evoluiu desde sua chegada no final do ano passado.Mas,será esse Cruzeiro  que aí está,suficiente para enfrentar o Brasileirão que está chegando?Receio que não. O retrospecto do ano não é bom.É verdade que estamos na Copa do Brasil,na Sulamericana e disputamos a final do Campeonato Mineiro.Em todas essas competições a equipe encontrou enormes dificuldades.Os resultados foram  sempre    apertados e sofridos.Tenho dito,e volto a repetir:o Cruzeiro não tem ataque.Quando se fala  que a equipe joga num 4;2;3;1   ,isso só funciona no papel.A dura realidade é que  o que se vê   é um 4;2;4;0. Allisson(ou Rafinha),Arrascaeta,Sóbis e Tiago Neves    praticam um futebol tico-tico que não agride ninguem    além de não prender a bola  no campo adversario.O primeiro chute a gol contra o Atlético no ultimo domingo só foi acontecer  após os 35 minutos do primeiro tempo.Isso,para um time que precisava da vitória é muito pouco ou quase nada.Se formos analisar a qualidade das finalizações o quadro é dramatico.E os passes?Bolas são matadas na canela, erra-se passes de 4 metros.Aí se olha a estatistica e se vê que Henrique, por exemplo. tem um alto indice de acerto.Mas se olhar com mais atenção  constata-se a maioria dos passes são improdutivos.Aquele passe que pode fazer a diferença ele normalmente erra ,como aconteceu contra o Atletico  ao entregar a bola ao Leonardo Silva  dando origem ao gol do Robinho.E, digo,tenho acompanhado   seu desempenho e o indice de erros é alto quando se trata de executar um passe  mais qualificado.Mas não é só ele,isso vale para todos.Os  escanteios e faltas,com rara exceções ,são horriveis.A impressão que fica é que os caras não tem noção nem de força,nem de distancia ,e muito menos de altura de lançar a bola.Isso é falta de treinamento de fundamentos  básicos.Tenho acompanhado os jogos -e que jogos!- da Champions League da Europa.Os jogadores fazem lançamentos de 40 metros e o cara amortece a  bola junto aos seus pés.Aqui o cara   tenta amortecer e a bola  vai a 2 ou 3 metros de distancia e frequentemente fica para o adversário.Não vi, la na Champions nenhum chute a gol em que a bola passa a 3 ou 4 metros acima do travessão.Aqui vc vê chutes a 8 metros acima.!Acho que aqui falta treinamento  de tudo: finalizações,passes,cruzamentos e dominio de bola.Se o Mano pretende um Cruzeiro competitivo, ele terá  muito trabalho ,inclusive  revendo seus conceitos de formação de meio e ataque do alvi celeste.Caso contrario  a equipe terá serias dificuldades para vencer seus jogos.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s