Gremio – Um gigante

Com uma vitoria incontestável   sobre o Lanus ontem na Argentina o Gremio  se tornou ,pela terceira vez,campeão da Libertadores.Antes de pisar no gramado, a grande dúvida  dos torcedores,da cronica esportiva  e certamente do próprio adversario Lanus era como se portariam  os tricolores  do Sul.Mas a postura do Gremio surpreendeu a todos nós.Mas acho que os mais surpresos e assustados foram os argentinos.Esperavam um Gremio retraído,temeroso,cauteloso e até mesmo amedrontado.A realidade foi tão diversa que  os  hermanos perderam o rumo e seu jogo simplesmente sumiu.Não sei o que o Renato disse na sua preleção ,mas a equipe gremista  já entrou em campo  com a autoridade de campeão.Não tomou conhecimento  do adversario,da torcida ou do ambiente – diga-se de passagem _ não hostil mas desfavoravel.O Gremio fez um jogo irrepreensivel no primeiro tempo e teria matado a partida não fosse a noite pouco inspirada do Barrios.No segundo tempo a saída do Artur   e a expulsão ,justa por sinal,do Ramiro desarticulou  a coesão do meio de campo e a partir daí o Gremio foi aquele da batalha do Recife.E mesmo assim o Luan  quase repete o golaço do primeiro tempo.Jogou o tempo todo com vontade,com coragem e com destemor.Mostrou a todos que, com bom futebol  pode-se enfrentar e, derrotar  os argentinos mesmo na praia  deles.Isso me faz lembrar de um certo time brasileiro eliminado na sua ultima participação na Libertadores lá mesmo na Argentina, sem ter dado um unico chute a gol.Que se mirem no exemplo do Gremio!Parabens aos tricolores gauchos pela fantástica conquista!

 

Lucas Silva: ainda há esperança

Acompanhei com interesse o surgimento do volante Lucas Silva no Cruzeiro .Apareceu como um bólido  marcando presença e impondo respeito e autoridade  naquele meio de campo  do bicampeonato.Suas atuações foram tão marcantes que chamaram a atenção do poderoso Real Madri.Lembro-me de umas das ultimas entrevista dadas por ele aqui em BH antes de se apresentar ao novo clube na Europa.Me pareceu um atleta de boa indole,ligado à familia e, disposto a realizar um sonho.Me chamou a atenção um aspecto: não tinha uma tatuagem siquer em seu corpo jovem;moda tão comum entre seus pares.Acompanhei pela TV seu primeiro jogo pelo Real.Não decepcionou.Fez um jogo sóbrio e seguro para um estreante.Mas no decorrer do tempo não conseguiu se firmar e foi perdendo espaço.Acabou sendo emprestado ainda no futebol europeu e depois retornou ao Cruzeiro também por emprestimo.Hoje leio com tristeza que não  se firmou na equipe titular e não deve permanecer.Gostaria de dar um estímulo a esse rapaz  citando um outro jogador que viveu situação semelhante no mesmo Real Madri , deu a volta por cima e hoje é titular absoluto da equipe madrilhenha.Me refiro a Casemiro,volante titular  da equipe de Cristiano Ronaldo,Marcelo,Modric e outras feras.Tambem ele,Casemiro ,não se firmou,foi emprestado ao futebol português e lá  , após ter entendido a dinamica do futebol europeu agigantou-se a ponto de ser  chamado de volta e, é hoje respeitado por seu futebol.Então Lucas Silva,espelhe-se neste exemplo.Se você prestar atenção no futebol do Casemiro você vai se surpreender.Não tem nada de revolucionario  ou fantastico.Ele difere de vc simplesmente  porque entendeu qual era seu papel.O Casemiro não fica mais do que  cinco segundos com a bola,não dribla,não conduz a bola mais do que o necessario para  entrega-la ao companheiro.A dinamica do futebol do Real é toda dada por sua presteza em fazer o jogo fluir.Cabe aos demais membros da equipe fazer acontecer.Mas ele tem uma outra qualidade:é muito bom nos arremessos de fora da area.E nisso vc tambem    é bom,e se praticar mais  ficará muito bom.Portanto Lucas Silva,sua carreira  tem amplos horizontes a sua frente.Depende unicamente de sua vontade  de    se readequar e persistir.Um abraço

Um recado para o Mano Menezes

Enfim, durou pouco  aquilo que se pensava fosse  se transformar numa novela.Treinadores de equipes de futebol nunca são unanimidade. Com Mano Menezes não será diferente;Uma parte da torcida celeste,provavelmente a grande maioria,respira agora aliviada.A outra parte vai pagar pra ver.Assim é o futebol.Assim são os torcedores.Me incluo entre aqueles  que comemoram sua permanencia.Acompanho o futebol há mais de cinquenta anos e tenho algumas colocações,( ou seriam cobranças?) ,dirigidas ao Mano:1 .Por que  os jogadores começam  e terminam as temporadas cometendo os mesmos erros iniciais?Quer exemplos?Vamos lá:Porque o Fabio ,entra ano sai ano,continua  péssimo na reposição de bola?Todos sabemos da grandeza do Fabio debaixo das traves,mas no futebol moderno  isso não basta.De que adianta lançar a bola ao chão e chutá-la para que jogadores como Arrascaeta,Alisson,Rafinha e mesmo Sóbis ou Tiago Neves se obriguem a disputá-la  com zagueiros de maior vigor físico.Isso tem consequencias diretas  no esforço dos volantes para retomar a bola.Muitas vezes a custa de lesões ou cartões amarelos.2-Porque os atacantes ou volantes finalizam tão mal?3-Por que tem baixa eficiencia no dominio de bola?4-Porque  seus cruzamentos são  ,em grande parte, inconsequentes?Quer exemplos?Ezequiel tem varias deficiencias em fundamentos básicos.Em lugar de aliviar sua area chutando a bola para a frente,a dita cuja vai para o alto  e cai quase no mesmo lugar.Seus cruzamentos são na maioria onde não está o atacante.Por que o Leo quando pressionado  devolve a bola para o adversario na sua propria intermediaria.Por que o Henrique,um jogador altamente técnico comete erros grosseiros de passe,muitas vezes colocando em risco toda a defesa?Alguém poderá dizer que estou falando em tese.Não é verdade.Tudo é fruto de observações ao longo dessa temporada.E,o que dizer dos jovens que chegam à equipe principal?Deveria haver um planejamento integrado  dos formadores dos atletas para capacitar esses jovens  nos   principais  fundamentos:finalizações,desarmes,reposição de bola,cruzamentos ,cabeceio,etc.Desse modo chegariam mais preparados e,sem vicios,aptos a se integrarem à equipe principal.No meu entendimento cabe ao treinador    inteira responsabilidade  de ,ao longo da temporada, elevar a qualidade técnica de seus comandados.São essas as cobranças que  julgo oportunas e pertinentes fazer ao trabalho que o Mano Menezes pode desenvolver  daqui para frente.E  isso seria revolucionario e altamente compensador.Caso contrario  o Cruzeiro e   o futebol brasileiro continuarão  a mostrar  a mesma baixa qualidade do atual  campeonato nacional.Não é atoa que não se vê ,em todos os times da serie A, um jogador que se destaque.